Superliga Masculina Tem Destaque Vôlei

Copel Telecom Maringá encerra primeiro turno com melhor público

Torcedor vem dando show em cada partida. Foto: Divulgação/Copel Telecom Maringá

Por Assessoria CBV / Postado por João Cláudio Fragoso / Equipe Tem Esporte

Acostumado a receber um bom público ao longo da Superliga Cimed, o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) encerrou o primeiro turno da competição como o time com maior quantidade de público no seu ginásio. Após seis partidas em casa, dos 11 jogos realizados na primeira etapa da competição, a equipe paranaense teve o total de 12.634 pessoas, o que significa uma média de 2.105 torcedores a cada jogo no ginásio Chico Neto.

O capitão da equipe paranaense, Rodrigo, comemora o apoio dos torcedores e reforça a importância dessa contribuição para a campanha que coloca o time na sexta colocação da Superliga Cimed 18/19.

“A torcida em Maringá é sempre presente. É uma torcida participativa, que nos apoia e incentiva em cada jogada. E esse apoio e incentivo nos faz crescer e é fundamental para o nosso time. Ver a nossa casa cheia é uma força a mais, é contar com uma energia extra, que vem de fora das quadras. A torcida de Maringá é bonita, contagiante e alegre. Espero ver o ginásio em Maringá cada vez mais cheio e vibrante, afirmou Rodrigo.

Em segundo lugar nessa lista aparece o Vôlei Renata (SP). O público de Campinas (SP) apoiou a equipe, que teve o total de 10.976 torcedores em seus sete jogos disputados no ginásio do Taquaral.

Outros destaques nesses números ficam por conta dos clubes que chegaram através da classificação da Superliga Série B. São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP) e Vôlei UM Itapetininga (SP) chegaram a principal competição do calendário nacional do vôlei nesta temporada e já contam com um público fiel.

Na Cava do Bosque, em Ribeirão Preto (SP), o time da casa fez seis partidas e teve o total de 10.400 pessoas prestigiando. A média de público ficou em 1.733. Já o ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP), recebeu o total de 7.395 torcedores também em seis jogos disputados. Com isso, o Vôlei UM teve média de 1.232.

A lista segue com Sesi-SP na quinta posição, seguido por EMS Taubaté Funvic (SP), Sada Cruzeiro (MG), Caramuru Vôlei (PR), Fiat/Minas (MG), Sesc RJ, Corinthians-Guarulhos (SP) e São Judas Voleibol (SP) – contando que cada equipe teve um número diferente de partidas em seus domínios.

Comentários

comentários