Jogos Universitários Brasileiros Judô

Judô movimenta arquibancada no Parque do Japão na fase final dos JUBs 2018

(Foto: Divulgação - CBDU).
(Foto: Divulgação - CBDU).

Redação / Assessoria CBDU –

“Não poderiam ter sido escolhido um lugar melhor para acontecer as lutas do Judô”. A frase dita por uma estudante do ensino médio, natural de Maringá (PR), se refere ao Parque do Japão, local que recebeu as competições do judô do 66º Jogos Universitários Brasileiros (JUBs). Rafaela Ramos, 14, era a uma das mais de 200 pessoas que acompanharam de perto os melhores judoca do Brasil na tarde desta quarta-feira (7). A Rafaela tem razão, o lugar é encantador, são 100 mil metros quadrados, e a tranquilidade dos seus jardins traduzem muito bem o significado do esporte, caminho suave.

Neste primeiro dia de competição da modalidade, subiram no tatame do JUBs ao todo 53 estudantes-atletas para lutarem nas categorias femininas meio-pesado feminino (-78 kg) e pesado (+78 kg) e masculinas meio-pesado (-100 kg) e pesado (+100 kg). Acompanhando cada detalhe da arquibancada, Rafaela conta que pratica judô a 10 anos e no ano passado ela foi campeã brasileira e sul-americana. “Poder ver esses atletas de alto rendimento na minha cidade é uma grande oportunidade. É bom ver que estão na universidade e não pararam de treinar”. Quando perguntada se sonha em ser atleta de alto rendimento ela confessa: “Eu tenho o sonho de fazer Medicina e aqui eu estou vendo que é possível estar competindo no JUBs daqui alguns anos”, revela a estudante com brilho nos olhos e sorriso no rosto.

Como Rafaela, outros atletas, que participam do JUBs, também tinham o sonho de conciliar o esporte e os estudos. É o caso do grande campeão da categoria pesado do JUBs 2018, Ruan Isquierdo, representando a faculdade Celso Lisboa (RJ). “Com garra é possível unir os dois propósitos. Eu tinha a vontade de fazer Direito, mas foi na Educação Física que eu me encontrei”, explica o medalhista de bronze no Universíadas 2017 que ainda pensa em cursar Fisioterapia.

Completando a sua quarta participação na competição, Isquierdo conta que todos os anos já deixa um espaço especial na mala para colocar as medalhas que levará para casa. E este ano não será diferente. “Eu gosto muito de competir o JUBs, porque são três dias para o peso pesado e posso corrigir os erros durante a competição”, fala o competidor que ainda disputará a douradinha no absoluto e no por equipe, que acontecem sexta (9) e sábado (10), respectivamente. Fechando o pódio da categoria pesado em segundo lugar o atleta Tiago Palmini (UNISESUMAR-PR), em terceiro lugar Vitor Hugo Tranquillini (UPIS-DF) e João Paulo Gonçalves (UNISUL-SC).

Para o atleta da UNISUL-SC satisfação maior do que a de subir no pódio foi de ver a sua namorada Anny Caroline Avelino (UNISUL-SC) conquistar a medalha de ouro na categoria meio-pesado nesta edição do JUBs. “Eu acompanhei toda a preparação dela e eu sabia que essa medalha era muito importante pra ela”, conta o judoca que repetiu o feito do ano passado. Anny reconhece o apoio do companheiro. “Este ano não foi muito bom pra mim, e graças ao apoio dele eu consegui chegar até aqui. Estou muito feliz com esse resultado”.

Quem também estava vibrando na beira do pódio é o treinador do casal, Júlio César Araújo. “A sensação do dever cumprido. A equipe treina, estuda e mora ao redor da universidade, a gente cuida do atleta de forma integral. Então, participar do JUBs que reúne atletas da seleção brasileira, só confirma que estamos fazendo um bom trabalho”, conta emocionado o criador do projeto da UNISUL-SC que existe desde 2003.

Veja como ficaram os pódios nesta quarta-feira (7):

 

CATEGORIAS FEMININAS:

Meio-pesado (-78 kg)

1º lugar: Anny Caroline Avelino (UNISUL-SC)

2º lugar: Gabrielle de Almeida Gonçalves ( Celso Lisboa-RJ)

3º lugar: Gabriela  Stroppa (UCDB-MS)

3º lugar: Luana do Prado (UNIP-SP)

 

Pesado (+78 kg)

1º lugar: Sibilla Faccholli (UNI SATANNA-SP)

2º lugar: Istelina Tayrane (UNIT-SE)

3º lugar: Isabele Bispo (ESTACIO/FIB-BA)

3º lugar: Stefanie dos Santos  (Celso Lisboa-RJ)

 

CATEGORIAS MASCULINAS:

Meio-pesado (-100 kg)

1º lugar: Rubens Inocente Filho (UNIP-SP)

2º lugar: Gabriel Gomes (Celso Lisboa-RJ)

3º lugar: Henrique Augusto (UNICESUMAR-PR)

3º lugar: Isaque Vitor Medeiros (UNIPÊ-PB)

 

Pesado (+100 kg)

1º lugar: Ruan Isquierdo (Celso Lisboa-RJ)

2º lugar: Tiago Silva  (UNICESUMAR-PR)

3º lugar: João Paulo  Gonçalves (UNISUL-SC)

3º lugar: Vitor Hugo Tranquillini (UPIS-DF)

 

O judô dos JUBs 2018 vai continuar movimentando o Parque do Japão até o sábado (10).

Comentários

comentários