Futebol Tem Destaque

Opinião – Dez livros para ‘ver’ o futebol além do clichê

"O esporte vai muito além daquilo que nos é apresentado em campo, ele faz parte da economia, da política e da vida em sociedade", diz a jornalista. Foto: Divulgação

Por Larissa Bezerra*

Há uma frase atribuída a Nelson Rodrigues que diz: “em futebol, o pior cego é o que só vê a bola”. O esporte vai muito além daquilo que nos é apresentado em campo, ele faz parte da economia, da política e da vida em sociedade.

Apesar de ainda ser um tema pouco estudado no plano científico, há uma bibliografia respeitável sobre futebol. Confira abaixo alguns livros sobre o assunto, que podem despertar o interesse desde de alguém que não gosta de esportes até do torcedor mais fanático.

Em tempo, listas são sempre polêmicas, mas a intenção aqui não foi selecionar os dez melhores livros, ou os dez mais importantes. Há muitos outros que são ótimos e ficaram fora, mas seria impossível conseguir escrever sobre todos.

1 – Como o Futebol Explica o Mundo – Franklin Foer

O jornalista americano Franklin Foer fez várias viagens, inclusive para o Brasil, para tentar entender a relação entre o futebol e a nova economia global. Ele nos brinda com personagens que nos ajudam a entender melhor a sociedade e como esta influencia no futebol, em questões como a pobreza, o fanatismo religioso, o hooliganismo, entre outras.

“Na história da guerra dos hooligans, nenhuma batalha foi tão espetacular. Um ano antes de o Estrela Vermelha ganhar a Copa Europeia, a equipe viajou para a Croácia para jogar com seu rival, o Dínamo de Zagreb. Sinais de que o Estado multiétnico da Iugoslávia talvez não sobrevivesse por muito tempo, podiam ser vistos por toda Zagreb (…) A adoção, por Tudjman, dos ícones Ustache – símbolos dos fascistas croatas que colaboraram com os nazistas no assassinato de milhares de sérvios – acordou as paixões nacionais de seu povo, há longo tempo adormecidas.”

2- Estrela Solitária, um Brasileiro Chamado Garrincha – Ruy Castro

É muito difícil usar as palavras corretas para tratar de Ruy Castro. De Garrincha também. Mas obviamente o escritor conseguiu fazer isso de maneira magistral, em um livro emocionante do início ao fim, que traz o ser humano Garrincha para além das quatro linhas.

3- O Dia em que as Mulheres Viraram a Cabeça dos Homens – Renê Simões

O técnico René Simões narra as dificuldades do futebol feminino e como a seleção brasileira chegou ao pódio nas Olímpiadas de Atenas.

4 – O Jogo da Minha Vida – Paulo André

Em O Jogo da Minha Vida, o zagueiro Paulo André, hoje jogador do Atlético Paranaense, conta histórias de sua vida futebolística desde as bases, mostrando como é a vida de atleta e as dificuldades enfrentadas.

“Passei a minha adolescência toda morando em alojamentos. No início, dormíamos em triliches e éramos 12 ou 14 dividindo o mesmo quarto. A frequência com que chegavam e saíam jovens para testes era assustadora, e isso não nos permitia saber quem seria o próximo a deixar o time.”

5 – Futebol à Esquerda – Quique Peinado

O autor traz a história de diversos futebolistas por todo o planeta que tinham como sonho muito mais que ser campeão ou chegar a ser um grande jogador: eles também queriam mudar o mundo. Um deles é o brasileiro Sócrates.

“Há também diversas fotos de José Antonio Arzak, um lendário meio-campista da Real que chegou a ser colega de De la Hoz e que é cliente habitual do lugar. Digo ao garçom do bar que bem em frente fica o escritório do jogador da ikurriña, sem dar mais informações. ‘Uranga? Ali, naquela entrada?’, aponta, surpreso. Claro que ele sabe quem é. Os heróis não costumam sair nas fotos, mas vivem para sempre.

6 – O Melhor Time do Mundo – Jorge Viveiros de Castro

O que um livro infanto-juvenil está fazendo nesta lista? Bom, Jorge Viveiros de Castro soube mostrar a cada palavra a emoção que o futebol pode proporcionar e como ele pode reforçar amizades e também juntar pessoas totalmente diferentes. Apaixonante tanto para crianças quanto para adultos…

7 – A Dança dos Deuses – Hilário Franco Júnior

É sobre futebol. Mas também é sobre história, religião, cultura, sociedade, política, violência e identidade.

“No mar autoritário daquele momento, em que não havia eleições diretas para presidência da República, o Corinthians tornava-se uma ilha de democracia liderada por Sócrates, Casagrande e Wladimir.”

8 – Futebol ao Sol e a Sombra – Eduardo Galeano

Impossível em um tema como este não citar Futebol ao Sol e Sombra. Um clássico da literatura, com o toque da genialidade de Galeano. Contos e pérolas do futebol mundial, dentro e fora de campo, contados de maneira única.

9 – Os Proletários da Bola – Gustavo Santos da Silva

O historiador Gustavo Santos traz os primórdios do futebol carioca e também parte da história do próprio Rio de Janeiro e dos proletários das fábricas e da bola, com foco no Bangu, um dos clubes brasileiros mais notáveis na história e nas lutas do nosso futebol.

10 – Confesso que Perdi – Juca Kfouri

Um dos jornalistas esportivos mais importantes do Brasil e um pouco do que foi a carreira e experiências dele no futebol, na política e no jornalismo.

“São cinco as frases que me orientam: ‘Imprensa é oposição, o resto é armazém de secos e molhados’ e ‘Quem se curva diante dos opressores mostra o traseiro para os oprimidos’, ambas de Millôr Fernandes; ‘Viver é muito perigoso’, de Guimarães Rosa; ‘Não há derrotas definitivas para o povo’ de d. Paulo Evaristo Arns; e ‘ Desesperar jamais’, de Vitor Martins, parceiro de Ivan Lins.”

*Larissa Bezzera é jornalista e pós-graduada em jornalismo esportivo.

Comentários

comentários