Capa Futebol

Mascote vai à Copa e se aventura pela Europa

Por João Cláudio Fragoso – Redação Tem Esporte – 

Sapeando as redes sociais alheias que seguimos ou nos seguem no Tem Esporte, eis que me deparo com fotos de um cavalinho de pelúcia com a camisa do Maringá Futebol Clube em pleno jogo do Brasil contra a Sérvia, em partida realizada na terceira rodada da Copa do Mundo de Seleções.

Curioso, claro que vasculhei o que era aquilo. Descubro que o empresário maringaense Marcelo Leme, da ICI Intercâmbio e Turismo, resolveu levar o mascote do MFC e de sua empresa para um baita rolê pela Europa.

Saíram de Maringá no dia 22 de julho rumo a Paris, França, onde ficaram por três noites, e partiram para Moscou, na Rússia, tendo dentro da programação o tal jogo que me aguçou a mente em contar a aventura. Marcelo relatou que a ideia foi mostrar a viagem de uma maneira diferente, não apenas com fotos dele e de amigos, mas com o Burrinho sendo membro da galera, chamar a atenção mesmo, levando o nome de Maringá para o mundo. Ele lembra que o cavalinho na verdade se chama Burrinho, assim batizado por todos. “Nos divertimos muito com ele. Dentro do metrô, na Rússia, o pessoal começou a gritar Maringá, Maringá. A criançada sempre pedia para tirar uma foto”, comenta.

De acordo com relatos, o mascote tricolor fez seu tutor ganhar muita cerveja durante os passeios pelos bares que visitaram. “O Burrinho foi muito assediado pelas mulheres durante a viagem. Está todo sujo de batom. Elas sempre queriam fotos beijando ele”, conta Marcelo. Ele ainda lembra muitos outros casos inusitados durante o período, entre eles, dois se destacam. O primeiro, em frente ao estádio do dito jogo, uma moça, atriz circense com pernas de pau, colaboradora da FIFA, pegou o cavalinho de suas costas e não queria devolver de forma alguma. “Deu um pouco de trabalho, mas consegui recuperar”.

Outro caso, aproveitando a presença da cavalaria russa nas ruas de Moscou, devidamente autorizado, Leme se meteu em retratar nosso Burrinho (já peguei amizade, então chamo de meu também) com os cavalos da guarda. “Essa foto não ficou bacana. Ele saiu todo babado. Um dos equinos tentou mastigá-lo”, conta aos risos.

A aventura continuou por outras cidades da Europa. Passando por Paris, os maringaenses visitaram a Torre Eiffel, Museu do Louvre, Arco do Triunfo, Catedral de Notre-Dame, entre muitos outros pontos mundialmente conhecidos. Em Moscou, de metrô ou ônibus, conheceram a Praça Vermelha, o Kremlin, a Catedral de San Basílio e, claro, o SpartakStadium. Saindo da Rússia, chegariam até a Letônia, porém não conseguiram embarcar e tiveram que ficar no aeroporto aguardando, já que seus vistos tinham permissões para apenas uma entrada no país, assim, retornaram para a França e deram adeus àaventura.

Entre muitas entrevistas concedidas para emissoras de rádios e televisões internacionais, destaque para um bate-papo com o ex-jogador de futebol Wendel Lira, ganhador do Prêmio Puskas da FIFA em 2015, que ficou sabendo do Burrinho no calçadão em Moscou e foi atrás para entrevistá-lo, atingindo mais de 25 mil visualizações em suas redes sociais.

“Nessa jornada, levei o Burrinho para todos os lugares que visitei com os amigos. Foi uma brincadeira que levamos a sério e demos muitas risadas. Temos várias fotos e histórias para contar. Com certeza irei repetir na próxima viagem e as aventuras do Burrinho irão continuar”, finaliza Marcelo.

Comentários

comentários