ASSAMA Futebol

Maringaense anuncia fim do ciclo na seleção brasileira para amputados

Ademir Perna se despede da amarelinha. Foto: Arquivo Pessoal

Após defender a seleção brasileira de futebol para amputados por mais de 16 vezes em mundiais, o maringaense, Ademir Cruz de Almeida, conhecido nos campos da cidade e do mundo como Ademir Perna, anuncia que irá deixar de defender a amarelinha.

Sua última participação em competições oficiais foi na Copa do Mundo da categoria, realizada na cidade de San Juan de los Lagos, no México, entre os dias 23 de outubro e 5 de novembro, conquistando a terceira colocação ao vencer os donos da casa, nos pênaltis, por 5 a 4, após empate de 0 a 0 no tempo normal e prorrogação.

Prestes a completar 49 anos de idade, Perna deixa a camisa verde e amarela com um currículo invejável, sendo tetra campeão como zagueiro da equipe, em 1999 em Kiev; 2000 nos Estados Unidos; 2001 no Brasil, ano em que foi eleito o melhor jogador da competição e em 2005 também no Brasil, além de tri campeão das américas e campeão da copa das confederações.

Em suas redes sociais, Ademir deixa mensagens de agradecimento, lembrando que, com quase 50 anos de idade, jogando entre garotos de 20, sentiu o momento de deixar os gramados pela seleção, destacando sua dedicação profunda ao esporte, conquistando títulos para o Brasil e, principalmente divulgando, incentivando e difundindo a modalidade esportiva para amputados pelos lugares que passou pelo mundo. “Sou muito grato por tudo. Fecho meu ciclo na Seleção com o sentimento de dever cumprido, dando espaço para outros que chegam para somar e torcendo para que o esporte seja valorizado e reconhecido cada vez mais”, finaliza Perna.

Comentários

comentários